pessoas

Estarei a mais nesta sociedade?…

Publicado em Atualizado em

Muitas das vezes sentes-te sozinho no meio de tudo e todos?

Parece que ninguém te satisfaz numa conversa longa. Após terminada viras costas como se não tivesse valido nada…

Justificação da tua parte perante estas afirmações: Parece que todos os que te rodeiam dizem e contradizem sobre si mesmos ou terceiros. Mesmo sendo pessoas próximas a ti, por quem te preocupas e pensas, que … “ não, este não me vai desiludir“. Acabas de pensar isto para ti e no dia a seguir, dás de conta que afinal não era bem assim.

Isto repetidamente com quem conheces desde o passado ou quem está contigo de passagem… Parece um ciclo que não termina. Chegas ao ponto de nem teres interesse de conhecer alguém, por pensares que é só mais um igual.

…Existe um amigo que até ultimamente tem pensado da mesma forma que tu… e tu mais uma vez pensas “ele compreende-me até...”. Corre tudo bem até que começa a pedir conselhos ou a falar… a desabafar contigo, dizendo que existe algo de errado com um terceiro… ou que este agiu desta forma…

Passando uns tempos, esse teu amigo está com esse terceiro como se nada fosse… Como se toda aquela conversa tivesse sido para acompanhar um cigarro… Provavelmente já nem se lembra daquilo que disse dessa pessoa.

Por vezes, és tu quem acaba mal visto no meio de situações como esta. Sem saber porquê…ou até sabes… porque não és como eles. 

…Tens uma noção de que tudo sobrevive à volta de interesses. Parece que cada amizade criada tem segundas intenções. São sanguessugas manipuladas por um regime materialista e consumista.

Tudo isto, cria um efeito no dia-a-dia,que nem nós próprios conseguimos explicar. Ficas de parte porque não gostas desse tipo de amizades ou maneiras de ser. Preferes ficar refugiado no teu pensamento vezes sem conta, até que, acabamos por nos sentir sós… “será que estou em decadência espiritual ou a sociedade em decadência mental?

Posto isto… Será que és tu que está a mais numa sociedade hipócrita, cheia de cunhas e lambidelas nos pés?

To be continued… 

Anúncios

Amo ser feliz e desprezo quem me tenta parar!

Publicado em Atualizado em

tumblr_mi2yd0eVyB1rm2g09o1_500

Não és a única pessoa que quando está feliz com alguém, ou alguma coisa, põe o mundo de lado para ter todo o tempo dedicado a ela. Às vezes perguntas-te porque é que assim o fazes! É simples… fazes porque amas e ao te dedicares no que amas sentes-te melhor… Não é verdade?

Vais recebendo aqueles avisos de amigos, ou até insultos de outros… Tudo porque se preocupam e outros te invejam. Tu refletes sobre o que os teus amigos te dizem em relação a esta situação…no entanto, continuas a fazer o mesmo e sabes porque? Porque te faz sentir bem e aumenta a tua felicidade. E pões de parte os outros!

Podemos-nos chamar de aventureiros, porque arriscamos. Já os antigos diziam “quem não arrisca não petisca” e nós petiscamos sem pensar em consequências ou finais…

Também sabes que essa felicidade pode ser só por uns instantes…que poderá não ser para sempre e que nesse caminho de escolhas poderás ter deixado alguém para trás, que mais tarde te vai dizer “eu avisei-te” e virar-te às costas… Mas continuamos a arriscar! 

Lembra-te que se viraram costas por te dedicares e arriscares a um propósito que poderia ser o maior na tua vida, é porque não mereciam que dedicasses um pouco de atenção neles… Por isso continua a viver aventuras que te fazem feliz! Continua a creditar em pequenas coisas que se podem tornar num tudo e viveres um “in love” para sempre.

Foi apenas um desabafo de alguém que vive e arrisca como tu!