Últimas actualizações de eventos

Estarei a mais nesta sociedade?…

Publicado em

Muitas das vezes sentes-te sozinho no meio de tudo e todos?

Parece que ninguém te satisfaz numa conversa longa. Após terminada viras costas como se não tivesse valido nada…

Justificação da tua parte perante estas afirmações: Parece que todos os que te rodeiam dizem e contradizem sobre si mesmos ou terceiros. Mesmo sendo pessoas próximas a ti, por quem te preocupas e pensas, que … “ não, este não me vai desiludir“. Acabas de pensar isto para ti e no dia a seguir, dás de conta que afinal não era bem assim.

Isto repetidamente com quem conheces desde o passado ou quem está contigo de passagem… Parece um ciclo que não termina. Chegas ao ponto de nem teres interesse de conhecer alguém, por pensares que é só mais um igual.

…Existe um amigo que até ultimamente tem pensado da mesma forma que tu… e tu mais uma vez pensas “ele compreende-me até...”. Corre tudo bem até que começa a pedir conselhos ou a falar… a desabafar contigo, dizendo que existe algo de errado com um terceiro… ou que este agiu desta forma…

Passando uns tempos, esse teu amigo está com esse terceiro como se nada fosse… Como se toda aquela conversa tivesse sido para acompanhar um cigarro… Provavelmente já nem se lembra daquilo que disse dessa pessoa.

Por vezes, és tu quem acaba mal visto no meio de situações como esta. Sem saber porquê…ou até sabes… porque não és como eles. 

…Tens uma noção de que tudo sobrevive à volta de interesses. Parece que cada amizade criada tem segundas intenções. São sanguessugas manipuladas por um regime materialista e consumista.

Tudo isto, cria um efeito no dia-a-dia,que nem nós próprios conseguimos explicar. Ficas de parte porque não gostas desse tipo de amizades ou maneiras de ser. Preferes ficar refugiado no teu pensamento vezes sem conta, até que, acabamos por nos sentir sós… “será que estou em decadência espiritual ou a sociedade em decadência mental?

Posto isto… Será que és tu que está a mais numa sociedade hipócrita, cheia de cunhas e lambidelas nos pés?

To be continued… 

Anúncios

“Lei do retorno”

Publicado em

0JEezYs

Alguém muito sábio um dia me disse: “A lei do retorno existe, o bem que farás hoje, um dia será retribuído. Assim como o mal que fazes.”

Hoje consigo perceber o sentido e a veracidade daquelas palavras.  Realmente existe, e para mim, o sinónimo desta lei é… o “karma“.

No entanto, para o conseguir entender, primeiro tive de provar do veneno. Sou só mais um dos que tem de cair inúmeras vezes para aprender.

Sobre este assunto, não consigo aconselhar, mesmo depois do veneno provar. Apenas digo que o sentimento de “karma” não é nada bom.

Senti isto, depois de me sentar…e refletir. Pensar no que me tinham feito, comparar o que fiz outrora com outra pessoa… Comecei a rever que o que estou a passar hoje, foi o que alguém passou por minha causa numa outra situação. E chorei… derramei lágrimas não pelo desastre sofrido no momento, mas sim, por apenas hoje me ter apercebido o que alguém chorou por mim… E eu nem quis saber. Apenas arrumei numa gaveta da minha mesa de cabeceira antes de dormir, e segui com a minha vida.

“As desculpas não se pedem, evitam-se.” Só por saber tão bem esta expressão, não lhe vou pedir desculpa. Não merece sequer que a incomode. Pois ela hoje deve estar bem e não quero que ela se lembre desse passado. Vou apenas observa-la a seguir os sonhos dela mesmo que o primeiro não se tenha concretizado…

A carta de despedida…

Publicado em

tumblr_lbaandqgvf1qe1e6do1_500_large

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sim, admito que, apaixonei-me pela vida desde que decidiste partir.. Apesar de sentir que metade de mim está em falta, comecei a olhar para o bom que a outra parte de mim me pode dar…Mesmo com a tua ausência. Só me fizeste perceber que afinal não eras o melhor de mim.. E que o melhor de cada um, está em nós próprios!

Não ficarei com remorsos ou arrependimentos pelo tempo perdido contigo… Porque não foi assim tão perdido. Neste tempo, aprendi, aprendi a amar-me mais do que nunca; aprendi que palavras certas podem ser usadas por pessoas erradas. Promessas e ilusões são feitas mas apenas um de nós conseguiu dizê-lo com sinceridade. Por isso, até te devia agradecer! Por teres sido o “perfeito exemplo” na minha vida. O exemplo que me ensinou que nada é certo nesta existência, a não ser a família. Mesmo tendo abdicado da minha atenção e tempo para eles por ti, continuo a agradecer-te! Pois nunca mais vou cometer esse erro!

Hoje, sinto-me capaz de me sentar ao teu lado, e tentar perceber as razões que te levaram a tomar essas decisões radicais de um momento para outro. E capaz, também, de conhecer o teu novo “eu”, para quem sabe, um dia mais tarde voltarmos a ser amigos… Espero que não tenhas ficado ofendida pelos insultos nas horas seguintes ao desastre… Era a frustração e o sentimento de revolta que circulava no sangue. Porque não, não se deve falar mal de quem já nos fez feliz um dia…

Mais tarde, cairás na realidade, e de mim te lembrarás … Não quero arrependimentos teus, muito menos, pedidos de desculpas. Quero apenas que me digas que aprendeste com os erros. E que estarás pronta para amares e te entregares a alguém novamente. E será aí que a nossa história terminará…

Sempre tu…

Publicado em Atualizado em

images

Tu. Sempre tu. Mas porquê tu? Tu de manhã, à tarde, à noite e de madrugada. Mas porquê tu? Tu que me iludiste, magoaste, abandonaste, tu que me deixaste sozinho e me fizeste chorar. Porque é que mesmo depois de tudo isto é de ti que sinto falta? Porque é que mesmo assim é a ti que quero contar o que de bom e mau me acontece dia a dia? Mas porquê tu?
…O amor verdadeiro é assim, quando bate é a sério, quando entra no coração nem o tempo o tira de lá. Quando é verdadeiro a gente não desiste e arranja sempre forças para lutar mais um dia, mais uma noite, mesmo sabendo no fundo que nos vamos magoar de novo. Porque debaixo desta raiva, mágoa, tristeza e solidão, mora ainda a saudade no coração e a vontade de voltar ao que era. Mas para quê conhecer-te com o tempo se tu mudas diariamente? Para quê conhecer-te por inteiro se agora só ligas aos ferraris? Para quê saber-te os detalhes se agora só queres o que tanto criticavas nos outros? Mas mesmo assim é em ti que pára o meu pensamento. Tu, sempre tu. Passe o tempo que passar. Vou sempre pôr na cabeça que estou a seguir em frente mas na verdade basta olhar-te para perceber que o meu coração ainda espera o teu, voltarem a bater bem junto um do outro. Mesmo que eu não o queira, mesmo que peça aos céus conseguir esquecer os teus lábios, a tua cara de sono pela manhã, o quanto te apaixonavas pelo meu olhar e fazias aquele sorriso tonto que eu tanto amava… Mas porquê tu? Quando é que vou perceber que não vale mais a pena lutar por alguém que mudou tanto ao ponto de ter agora o orgulho maior do que o coração? Desisto, desisto daquilo pelo qual não foste capaz de lutar. Mudaste, imenso. Posso ainda te amar mas não te quero de volta. Tornaste-te fútil... Um dia vais perceber que percebeste tarde demais, até lá continua à procura dos decotes e roupas curtas para sair a festas e casos de uma noite, é certamente isso que te dará conforto, que cuidará de ti quando estiveres doente, que te dará apoio quando estiveres em baixo. O mais triste é as tuas amigas me dizerem para eu não desistir de lutar por ti, mas sabes que mais? Eu já nem te reconheço.

Odeio-te

Publicado em

11053409_905876562818963_220301774178599369_n

“Eu tenho inveja de ti,

por isso é que eu te odeio e não falo de amor porque sinto que tens amor de sobra em ti,

não sei o que fazes nem como fazes,

mas com a cabeça no meu peito, sem falares tu das-me frases de conforto,

sou louco por invejar o teu sorriso,

o teu jeito de deixares tudo perfeito e nem dares conta disso,

nunca te disse, eu sei,

talvez com receio de perceberes de quão especial és!

e não me quereres mais como Rei… Rainha espero que entendas!

Que ainda sinto borboletas enquanto aguardo que atendas os meus telefonemas,

e o que é que aconteceu? pergunto eu as paredes do quarto

pintadas por nós em Março,

o nosso espaço… mais que tinta, mais que cor, foi o nosso passo em frente

e tu não mudaste continuaste transparente,

quero entregar-te numa bandeja parte do que sou,

enquanto parte do que fui, parte e já não volta não.

É que o tempo não volta a trás,

mas as vezes fico vê-lo a passar…

e quanto mais tempo, mais eu percebo…

é contigo que eu quero ficar”

nts – Odeio-te

#novostempos

Um dia vais saber…

Publicado em Atualizado em

grey-e-anastasia

Sabes porque acabamos assim? Porque não fomos capazes de ver os sinais que perdemos… e tentar supera-los!

Gostaria que desfizesses as malas e te acalmasses, pois problemas toda a gente tem, independentemente estejam constantemente a acontecer entre nós.

Não penses que é tarde! Porque nada está errado, enquanto tiveres esperança em mim… Em que um dia eu volte, e, de algum modo, tente arranjar o que se passa na relação, e volte a ficar tudo bem! Mas agora não…

Vais-te questionar várias vezes quando irá ser. Vais pensar que estou a brincar com os teus sentimentos e vais querer desistir…

Só te peço que lutes comigo, pois lá no fundo sabes bem que não sou de brincadeiras! Quando prometo, cumpro… És a que melhor sabe disso!

Depois de reunirmos os corações novamente, o passado escuro vai ficar esquecido… e a história vai ser contada de maneira diferente. Exactamente como um romance! Vamos reescrevê-lo com um final feliz, em vez de um terror de hollywood!!

Não é apenas mais um dia… É o dia!

Publicado em Atualizado em

tumblr_static_tumblr_l5u3xzmwqm1qajf5yo1_500_large

Faz um pouco mais de 12 horas que começou um novo dia… e amanhã começará outro! E o que irá ficar deste?

Levantaste-te cedo para sentir a frescura matinal e dizer “Bom dia” aos que amas? Tomas-te aquele pequeno almoço à pressa para não te atrasares para o trabalho ou aulas? E antes disso… puseste as tuas músicas favoritas para conseguires acordar, conseguir vestir-te e preparar-te para sair de casa? Chegaste ao trabalho/aulas e contagiaste o redor com a tua alegria, ou perfume!? Na pausa para almoço, contaste as novidades boas e más aos teus amigos e colegas?

Pois;

Agora faz o seguinte, passa todas estas questões para afirmações na primeira pessoa, sente e pensa como teria sido, ou será se assim o fizeres!

A vida é perfeita se souberes encontrar a felicidade nas coisas mais simples e que nos preenchem os dias. Não fiques triste por não puderes ir a um concerto no mês que vem, fica sim feliz, por amanhã teres um motivo para saíres de casa e veres o brilho do sol!

PS: Não fiques em casa a ver o tempo passar… e tenta passar o tempo!